• PIBJPA | Devocionais

Exercício do perdão


"Então Lameque disse: [...] matei um homem por me ferir, e um rapaz

por me pisar."     Gn 4.23


"Sujeitinho" raivoso! Ía escrever, "raivento". Não tem...

Esse comportamento relatado,bem nos começos da história humana, assim o foi para atestar o grau de depravação a que estava chegando a humanidade. Daí que, há não muito tempo depois, Deus mandou Noé  trabalhar no resgatepossível. Possível se cressem.

Aqui entre nós, não será que, algumas vezes, temos nos exasperado por pouca coisa? Pior, algumas vezes temos guardado mágoas injustificáveis por pouca coisa? Bem entendido, não devemos guardar nenhuma mágoa. Precisamos buscar o entendimento.

Em nenhum outro lugar de nossa vida o exercício do perdão é tão necessário. Pode ser que na igreja aprendamos  pedir perdão pelos nossos pecados, mas, na família, buscamos e oferecemos perdão para existir, sobreviver.

Levanto uma outra questão: o perigo de nos exasperarmos por pouca coisa, ou de levarmos sempre para o mal, para a ofensa, questões que, quando avaliadas de "cabeça fria", não passam de falsa interpretação? Vamos examinar melhor os motivos e abraçar calorosamente a possibilidade do perdão.                                      

Pr. Elias Werneck


Oração.png

Filiada às convenções

CBBbranco.png
CBCbranco.png

© Primeira Igreja Batista em Jacarepaguá 2020