• PIBJPA | Devocionais

Nossa motivação


"Jesus lhe respondeu: Amarás o Senhor teu Deus de todo o coração, de toda a alma

e de todo o entendimento." Mt 22.37


​Jesus estava enfrentando uma roda de perguntas. Um pouco antes desse texto os saduceus queriam "saber" sobre ressurreição e criaram um estudo de caso: a mulher os sete irmãos. Agora, os fariseus que queriam saber qual era o maior mandamento.

​Os fariseus reconheciam 365 proibições e 248 mandamentos na Lei. Deveria ter algumque eles entendiam ser mais importante. Jesus não entrou na deles e foi objetivo na resposta.

​Com uma pergunta insensata, Jesus traz um ensino precioso: aprende-se que a lei de Deus é uma e indivisível e resume-se em amor a Deus e aos homens; quem tem coração mau não consegue amar a Deus; que só em Cristo há graça para cumprir a Lei.

​Dois grupos, com motivação duvidosa, se aproximaram de Jesus. Com que motivação nos aproximamos da fé? O que pretendemos quando congregamos? Haja cuidado para que nossa motivação não se torne egocêntrica; que não seja satisfazer nossas curiosidades, ou interesses puramente pessoais. Jesus respondeu com um desafio: amar a Deus e amar ao próximo. Estamos precisando disso.


Pr. Elias


Oração.png

Filiada às convenções

CBBbranco.png
CBCbranco.png

© Primeira Igreja Batista em Jacarepaguá 2020