• PIBJPA | Devocionais

Balaão, falso profeta


Deus não é homem para que minta, nem filho do homem, para que se arrependa. Por acaso, tendo ele dito, não o fará? Ou, havendo falado, não o cumprirá?    Nm23.19


​Essa é uma palavra de Balaão. Uma boa palavra de um péssimo homem. Ele era um profeta de aluguel, mercenário, pode até ter seguido a Lei, mas estava fora.

​Judas fala do erro dele que consistia em enxergar apenas a moralidade natural. Apocalípse fala da doutrina de Balaão cuja base era crer que podia corromper o povo ao qual não podia amaldiçoar. Pedro, sem muita paciência, fala que um jumento refreou a loucura desse profeta.

​O que aprendemos com essa afirmação é que servimos  a um Deus que nunca falha. Ele é sempre fiel. A fonte não era boa, mas a afirmação era e ela é a que nos conforta, não obstante a circunstâncias que nos possam rodear.

​Enquanto raça humana, crente, temente a Deus, não estamos imunes à qualquer intempérie ou dificuldade, mas temos um condutor que não se afasta e não nos nega suas promessas.

​Devemos combater toda e qualquer instabilidade porque servimos a um Deus que não falha.    

​​​​​​​​​​Pr. Elias


Oração.png

Filiada às convenções

CBBbranco.png
CBCbranco.png

© Primeira Igreja Batista em Jacarepaguá 2020