• PIBJPA | Devocionais

Deus compassivo


"Mas ele, sendo compassivo [misericordioso], perdoou-lhes a maldade e não os destruiu; pelo contrário, muitas vezes desviou deles sua ira e não

se enfureceu contra eles". Sl 78.38



​Terminamos ontem falando da necessária fidelidade ao Senhor e hoje, neste salmo, destacamos essa pérola confortadora.

​Este salmo histórico, um dos doze de Asafe e foi escrito, com o propósito de ensinar no presente [reinado de Davi ou inicio de Salomão], as lições do passado.

​Jeremias está comprovadamente certo, quando diz: "as misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos". O povo de Israel que o diga, aliás, digamos nós.

​Mas que não se estabeleça ligação entre misericórdia divina e passividade divina. Esse povo a quem fora estendidas as misericórdias, passou por inúmeras provas e julgamentos e isso é verdade para nós também. Deus, o nosso Pai, nunca será conosco, mesmo sendo misericordioso, como Davi foi Adonias, seu filho, a quem "nunca havia contrariado..."  A prática de Davi não foi misericordia, foi passividade. Porque nos ama, Deus nos corrige.

​Precisamos em grau intenso das misericórdias, mas uma vez que encontramos o Senhor Jesus como nosso salvador, precisamos buscar o Reino de Deus em primeiro lugar. Sempre!  


Pr. Elias Werneck


Oração.png

Filiada às convenções

CBBbranco.png
CBCbranco.png

© Primeira Igreja Batista em Jacarepaguá 2020