• PIBJPA | Devocionais

Nossas palavras


"...palavras indecentes do falar."   Cl 3.8 (4)


A recomendação está bem clara, todavia, sentimos ainda mais a profundidade dessa recomendação, lendo assim: "...despojai-vos [...] das palavras torpes da vossa boca;"

Fui criado num lar cristão. Ainda que misto quando nasci, mas, meu pai aceitou que meu nome fosse o de um profeta e, antes dos meus três anos, meu pai se converteu. Não conheci palavras topes ou indecentes em casa. Mas, no meu último emprego, antes de seguir para o Seminário, trabalhei numa empresa de ônibus, alí conheci, um dicionário completo.

Conhecer e não ver aquilo falado em casa, só me fez compreender a beleza do lar que não falava de modo indecente nem torpe. Certamente que, escrevendo hoje, Paulo não recomendaria despojar apenas das palavras indecentes, mas de tudo que nesse momento, pelos inúmeros canais, pode chegar à nossa casa trazendo o que não é decente.

Indecente é tudo o que é contra a boa ordem. Decente é o que se alinha com o respeito, a dignidade, o valor, o enaltecimento da criatura formada por Deus que somos nós.

Cuidemos das nossa palavras, isso é decoroso.    

Pr. Elias Werneck


Oração.png

Filiada às convenções

CBBbranco.png
CBCbranco.png

© Primeira Igreja Batista em Jacarepaguá 2020