• PIBJPA | Devocionais

O bem pelo mal


"Então José ordenou que lhes enchessem de trigo as bagagens, que restituíssem a cada um a prata na bagagem e lhes dessem provisões para o caminho.

E assim lhes foi feito." Gn 42.25



​No primeiro encontro de José com aqueles compradores de trigo, reconhecendo  que eram seus irmãos, determina que o dinheiro do pagamento fosse devolvido dentro dos sacos de mantimento.

​Esse fora o primeiro encontro, outros viriam, e temos aqui, literalmente, o pagamento do bem pelo mal praticado.

​Só corações bondosos, onde Deus habita, conseguem proceder assim. Todos vivemos debaixo da "lei da vantagem pessoal". Segundo essa "lei", é mais sábio aquele que tira mais vantagem com menos esforço.

​Quanto terá custado a José, todos aqueles anos após a negociação entre seus irmãos e aqueles comerciantes ismaelitas? Todavia, no primeiro encontro, não rolou vingança e sim, perdão.

​Poucos de nós teremos vivido uma dor tão intensa como José e, muito mais vezes do que se supõe, o que mais rola é vingança, despreso e mágoa.

​Precisamos medir nossas razões e confrontá-las com o que Deus nos revelou. José é um bom exemplo.                      

Pr. Elias Werneck


Oração.png

Filiada às convenções

CBBbranco.png
CBCbranco.png

© Primeira Igreja Batista em Jacarepaguá 2020