• PIBJPA | Devocionais

Quando os justos prosperam


"Quando os justos prosperam, a cidade se alegra; quando os ímpios perecem, há júbilo."  Pv  11.10



​O texto de hoje vem um pouco na esteira do que escrevemos ontem. Bem, de imediato, acho que devemos contextualizar a assertiva final do texto. Deus não tem prazer na morte do ímpio, mas há felicidade quanto o ímpio nos deixa viver em paz.

​No decorrer do capítulo se lê algumas coisas muito boas a respeito do justo, vejamos: é liberado da angústia, v 8; deseja somente o bem, v 23; reverdecerá como a folhagem, v. 28; seu fruto é a árvore da vida, e ele ganha almas, v 30.

​Como fica a vida do ímpio? Não é nada fácil e o melhor é deixar o caminho da impiedade, vejamos: cai pela perversidade, v 5; é (um dia)  apanhado nos seus desejos, v 6; morrendo, perece sua expectativa, v 7; quando ele perece há júbilo, v 10; é uma abominação ao Senhor, v 20; não escapará ao castigo, v 21; somente pode esperar a indignação, v 23.

​Que grande desafio esse texto nos trás: alcançar todos os que ainda não foram justificados pela graça de Cristo, com muita urgência.

​Tem algum ímpio em sua família? Ganhe-o para Jesus, pois se continuar na impiedade o fim é desastroso.

Pr. Elias Werneck


Oração.png

Filiada às convenções

CBBbranco.png
CBCbranco.png

© Primeira Igreja Batista em Jacarepaguá 2020